Brasília, 02 de fevereiro de 2020

Foi com grande pesar que o Partido dos Trabalhadores recebeu a notícia do  falecimento de Fernanda Benvenutty, travesti, enfermeira, mãe e defensora de Direitos Humanos, cuja vida se confunde com a trajetória do movimento LGBT no Brasil e cujas contribuições para este movimento mudou a vida de milhares de pessoas.

No período em que esteve no Partido dos Trabalhadores participou ativamente da construção da Setorial LGBT do PT e da formação e organização de outras pessoas LGBT dentro do partido, foi enriquecedor tê-la como companheira e amiga de luta.

Sua memória permanecerá viva em nossa história e segue sendo exemplo de luta, de força, coragem por sua incansável defesa dos direitos, pela superação das desigualdades e por uma vida digna e segura para a população LGBT, principalmente para Travestis e pessoas transexuais.

Neste momento de profunda tristeza o Partido dos Trabalhadores se solidariza com familiares, amigos e com o movimento LGBT, pelo falecimento de Fernanda Benvenutty.

Fernanda presente, Hoje e Sempre!

Janaína oliveira
Secretária Nacional LGBT do PT

Anne Karolyne
Secretaria Nacional de Mulheres

Deputada Federal Maria do Rosário
Secretaria Nacional de Formação do PT

Deputada Federal Gleise Hoffmann
Presidenta Nacional do PT

Ler 161 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top