A Prefeitura lançou oficialmente nesta quinta-feira (12), às 8h30, no Centro Internacional de Convenção, o Programa Municipal de Combate à Fome e Incentivo à Inclusão Produtiva, o Bolsa Cidadania.

O programa tem três eixos principais: segurança alimentar e nutricional, qualificação profissional e inclusão produtiva, além do acompanhamento familiar nas áreas de Assistência Social, Saúde e Educação.

O Bolsa Cidadania tem objetivo de transferência de renda para a compra de alimentos e de ofertar oportunidades de qualificação profissional e geração de renda.

Segundo os dados do Cadastro Único, 6.540 famílias de Araraquara têm renda per capita (por pessoa) de até 25% do salário mínimo, ou seja, R$ 250. Foram esses dados que subsidiaram a criação do programa, com objetivo de atender as pessoas em maior vulnerabilidade dentro dessa faixa de renda.

Na primeira fase, 145 famílias serão beneficiadas, o que inclui crianças, idosos, adolescentes e adultos em idade produtiva (mas, em sua maioria, desempregados). Porém, outras famílias serão chamadas em fases posteriores.

As famílias receberão um cartão que será utilizado para as compras dos itens essenciais para o sustento da casa. O valor varia entre 2 UFMs (Unidades Fiscais do Município) e 12 UFMs, dependendo da situação de vulnerabilidade e da renda per capita — atualmente, esse valor varia entre R$ 110,60 e R$ 663,60.

Em contrapartida, os beneficiários irão frequentar palestras e cursos de “Preparação para o Mercado de Trabalho” e “Cooperativismo, Empreendedorismo e Economia Solidária”, visando à reinserção social e produtiva.

“É um programa que atende as pessoas que mais precisam e as inserem em cursos de capacitação. As empresas também terão incentivo fiscal para empregarem essas pessoas contempladas pelo programa. Tenho certeza que, com o Bolsa Cidadania, Araraquara será mais justa e humana e vamos tirar pessoas da vulnerabilidade”, afirma o prefeito Edinho SIlva (PT).

Por Prefeitura Municipal de Araraquara

Ler 432 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top