O partido Esquerda Unida da Espanha divulgou uma nota, nesta sexta-feira (14), por meio do seu diretor federal de Política Internacional, Fran Pérez Esteban, para exigir a imediata liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva, após o conluio do ex-juiz Sérgio Moro e do procurador Deltan Dallagnol ser revelado pelo Intercept. No comunicado, o partido lembra que o ex-presidente foi “condenado sem provas” por meio de uma farsa judicial.

Esteban destacou ainda que a perseguição política a Lula teve como objetivo tirá-lo da disputa de uma eleição em que venceria qualquer adversário. O dirigente espanhol lembrou ainda do “trabalho decisivo do então juiz Sérgio Moro, que foi descaradamente premiado por Bolsonaro como Ministro da Justiça”.

O diretor federal de Política Internacional do partido apontou que “existem elementos suficientes para que se anule todo o processo contra Lula” e, com isso, ele deixe a condição de preso político em que se encontra.

Confira a íntegra do comunicado do partido Esquerda Unida da Espanha

Ler 728 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top