No final da tarde deste domingo (21), o Fórum Nacional de Mulheres Negras Petistas chegou ao fim com uma plenária na qual foi apresentado o documento final que contou com a contribuição de todas as resoluções tiradas dos grupos de discussão que debateram durante o sábado (20).

Nos dois dias de fórum, a pergunta unânime foi: Quem são as pessoas e como elas contam a história da mulher negra brasileira? E, a partir desse questionamento, ficou entendido que para a ampliação da presença de mulheres negras nas próximas eleições é necessário que olhemos com mais atenção à formação dessas mulheres.

Também ficou entendido que as mulheres negras não podem atuar, dentro (e fora) do partido, apenas em pautas específicas de gênero e raça, uma vez que a raça é uma questão transversal, que atravessa questões comosegurança públicaeconomiameio ambiente e saúde.

E, por fim, para que o Partido dos Trabalhadores e Trabalhadoras cresça, dentro de uma perspectiva política que continue dialogando com raça, classe e gênero, é necessário que não se compreendam mais essas pautas como identitárias ou “recortes” e sim como questões centrais em nossa construção, segundo avaliaram as participantes.

O encontro foi construído pela Secretaria Nacional de Mulheres, em parceria com a Secretaria Nacional de Combate ao Racismo.

Da Secretaria Nacional de Mulheres do PT

 

Ler 604 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top